Minha 

MENTE 

NOVA

Hipnose Clínica e Reprogramação Mental

Prof. Dr. Paulo Eduardo de Oliveira

 

Nossas Publicações

 

Capa livro.png

Conheça o livro "Você pode transformar a sua vida", do Prof. Dr. Paulo Eduardo de Oliveira.

 

Neste livro, o autor nos ensina alguns dos mais importantes temas da reprogramação mental, em especial o que diz respeito à transformação dos nossos padrões de pensamento negativos e limitadores.

 

 

Solicite seu e-book grátis

Escreva-nos e solicite seu exemplar de divulgação totalmente grátis, em formato e-book:

 

minhamentenova@gmail.com

 

 

Versão impressa

Para conhecer e adquirir a obra completa, em formato impresso, por gentileza acesse o botão abaixo:

 

Nossos Artigos

 

 

Otimismo (e pessimismo) se aprende!

 

otimismo-760x533-1-700x525.jpg

O otimismo, assim como o pessimismo, não são heranças genéticas: ninguém de nós nasce predeterminado a ver a vida a partir de uma perspectiva positiva ou de uma perspectiva negativa. Nós aprendemos a ser otimistas ou, ao contrário, a ser pessimistas.

 

Neste artigo, eu quero refletir com você sobre como nós desenvolvemos a “programação mental” do otimismo e a do pessimismo. E como isso interfere decisivamente em nossa vida, em todos os aspectos da nossa existência.

 

 

Autossabotagem

 

auto-sabotagem-624x339.jpg

A autossabotagem é a atitude de prejudicar a si mesmo, de sabotar os próprios esforços, de minar o próprio progresso, de detonar o próprio sucesso, de boicotar a si mesmo. É uma atitude pela qual a pessoa esconde os horizontes, destrói as pontes e fecha os caminhos para si mesma.

 

A autossabotagem é um fenômeno psíquico complexo e paradoxal. Complexo porque pode ter vários fatores desencadeadores e parece estar amarrado numa teia de muitas outras questões mal resolvidas. Paradoxal porque vai contra a tendência natural de preservação e de proteção de si mesmo que existe em cada um de nós.

 

 

Pensamentos depressivos

 

depressão_719342902.jpg

É verdade que a depressão é uma patologia séria e “não é apenas frescura”, como muitas pessoas costumam dizer. E o aumento significativo dos casos, na população mundial, em geral, exige de nós atenção, reflexão e cuidado.

 

Suas causas são multifatoriais, isto é, dependem de vários fatores e de diversas situações motivadoras:

 

- Podem ser questões orgânicas da química cerebral, que não produz de forma adequada os neurotransmissores responsáveis pelo funcionamento normal do cérebro e, por consequência, da mente.

 

 

 

A criança interior

 

love_em_alta.jpg

“Isso é absurdo”, afirmam os mais céticos ao ouvirem a ideia de que a criança que um dia nós fomos ainda está viva em nós.

 

Confesso que eu também, quando me deparei com esta ideia pela primeira vez, ainda mergulhado apenas numa visão filosófica e racional das coisas, também achei que fosse algo difícil de entender e aceitar. Afinal, vai contra o senso comum, que acredita que, quando crescemos, tudo amadurece em nós na mesma medida e proporção. Grande engano!

 

 

 

Reprogramação mental: a aventura de descobrir novos caminhos

 

mente em processo.jpg

Nossa mente funciona naturalmente a partir de programações, isto é, de uma sequência de ações repetitivas e padronizadas, que respondem às nossas necessidades de ação e de reação naquelas situações rotineiras e que não exigem criatividade e inovação. Ninguém de nós inventa, todos os dias, um jeito novo de escovar os dentes ou de comer ou de amarrar os sapatos ou de abrir e fechar a porta de casa ou de dirigir de casa para o trabalho... fazemos tudo isso sem pensar, guiados pela programação mental dessas ações.

 

 

 

Deixe o passado no passado

 

tempo.jpg

O tempo tem grande influência em nossa vida: o que fomos, o que somos e o que seremos estão entrelaçados, constituindo as teias da nossa história de vida. 

 

Diferentemente dos animais não racionais, que vivem apenas o momento presente, nós somos seres lançados na linha do tempo: podemos olhar para as memórias do passado, podemos perceber a realidade do presente e, ainda, podemos fazer projeções e planos para o futuro.

 

 

 

Perdoar e Perdoar-se

 

perdão.jpg

No artigo anterior, Deixe o passado no passado, eu falava da importância de fazer as pazes com o nosso passado. E, como passo fundamental para que isso aconteça, eu falava da necessidade de abrir-nos a uma “disposição interior para perdoar e perdoar-se”. 


Eu dizia também: “E como é difícil perdoar aos outros e, muitas vezes, é ainda mais difícil perdoar a si mesmo. Mas, não há alternativa: sem perdão, no sentido mais profundo e decisivo do termo, não pode haver em nós mudança profunda nem transformação verdadeira da forma como nos relacionamos com nosso passado”.

 

 

 

Hipnose Clínica: quebrando alguns mitos

 

All-hypnosis-1-810x500.jpg

Cada vez mais as pessoas estão tomando consciência do valor terapêutico da Hipnose. Contudo, infelizmente, há ainda muita confusão e alguns mitos são conservados e difundidos. Para elucidar um pouco mais a questão, este artigo procura apresentar uma visão panorâmica da Hipnose Clínica, ou seja, da Hipnose utilizada para fins terapêuticos e de promoção da saúde.

 

Os benefícios da Hipnose são inúmeros e vão desde tratar simples medos e fobias, até problemáticas ou distúrbios mais complexos, como ansiedade e depressão. Como aliada no desempenho profissional, ela é capaz ainda de aumentar a motivação, melhorar a autoestima e promover o autoconhecimento. Pode também ser utilizada para facilitar os processos de aprendizagem e educação.